Portal Tá na Rede

Enderson reclama da arbitragem e lamenta derrota: ‘Merecia um resultado diferente’

Enderson reclama da arbitragem e lamenta derrota: 'Merecia um resultado diferente' Foto: Magalhães

Na coletiva de imprensa após a derrota para o Vasco, o técnico Enderson Moreira mostrou sua indignação com o resultado. Na visão do comandante, apesar da vantagem numérica do time carioca, o Bahia não foi inferior e tomou um gol por bobeira.

‘É duro para a gente perder um jogo desse. O Vasco, mesmo com um jogador a mais, não criou situação tão clara. É claro que numa bola ou outra vai ter uma chance, uma falha, uma dificuldade. No segundo tempo, nós tivemos boas chances, bolas que poderiam ter entrado, poderíamos ter feito o segundo gol. A gente lamenta porque foi um jogo, pelo início, a gente merecia um resultado diferente’, afirmou.

Na conversa com os jornalistas, Enderson aproveitou para reclamar da decisão de Vuaden, que expulsou o goleiro Douglas no lance do pênalti que originou o primeiro gol do Vasco. O treinador do Bahia acredita que o lance não era de cartão vermelho.

‘É difícil tomar uma decisão. A regra fala em chance iminente de gol. Eu acho que quando ele [Douglas] domina a bola, a bola está controlada, mas quando perde a bola, ele vai para uma dividida. O Vuaden achou que era risco iminente, mas eu achei que era uma bola dividida. É diferente do cara pegar a bola, tentar driblar e sofrer o pênalti. Quando ele deu o toque, eu acho que a bola está em disputa. Não dá para lamentar. O que eu lamento é que hoje tivemos um julgamento de uma expulsão, nem um julgamento, foi uma citação na súmula. O que me deixa chateado foi o Vuaden não ter dado o cartão amarelo para o jogador do Vasco que tinha um cartão e simulou. Por que não pode dar o cartão amarelo que seria o segundo? É uma situação que o jogador coloca a bola na frente, onde há sempre a recomendação que nesses lances de puxar a camisa, que segura o jogador, se dar o cartão amarelo. A gente não entende. O Vuaden é um grande árbitro, muito capaz, mas nesses momentos precisa repensar um pouco. Não é porque está aqui em São Januário que não pode expulsar o jogador’, disparou.

O Bahia volta a campo no próximo sábado, diante do Flamengo, às 21h, na Arena Fonte Nova.

Veja mais notícias do Bahia