Portal Tá na Rede

SURF: Baiano Bino Lopes perde para Christie na decisão do QS em Martinica, no Caribe

SURF: Baiano Bino Lopes perde para Christie na decisão do QS em Martinica, no Caribe Foto: Divulgação

Ricardo Christie entrou no mar na segunda bateria do dia desta sexta-feira (7), em Basse-Pointe, ao norte da ilha. O local da Nova Zelândia apresentou bom surfe e fechou com 17.23 (8.50 + 8.73), barrando o australiano Soli Bailey nas semis com 16.17 (9 + 7.17). Antes disso, o baiano Bino Lopes estreou as baterias das semis e garantiu sua vaga para a decisão do campeonato ao desbancar o Noe Mar McGonagle por 14.77 (7.17 + 7.60) a 11.27 (5.50 + 5.77) do costa-riquenho.

A decisão começou a ficar mais emocionante perto do fim do relógio. Depois de três ondas fracas, com exceção da primeira de Bino, Ricardo Christie anotou um 8.83 e o surfista baiano já trocou a segunda onda por um 6.83. Em sua quarta onda, recebeu três pontos e em seguida trocou por um 7.07, mas o adversário da Oceania veio forte e recebeu um 7.83.

A final acabou com a pontuação total de 16.66 de Ricardo Christie contra 15.57 de Bino Lopes. O neozelandês levantou o troféu em Martinica, uma das quatro ilhas caribenhas que fazem parte da França.

Vale lembrar que no ano passado, Bino Lopes bateu na trave e quase entrou para o CT. Com 18 mil pontos, o brasileiro ficou na 11ª colocação do ranking do QS e por pouco não participa da elite do esporte em 2017. Local da Praia do Forte, na Bahia, Bino foi campeão brasileiro de surfe em 2015.

Veja mais notícias sobre Surf